Os melhores locais para visitar

Monumentos em Odivelas

Igreja Matriz de Odivelas /Igreja do Santíssimo Nome de Jesus

  • património

Rua Alberto Monteiro
2675-273, Odivelas

Odivelas

Igreja barroca de planta longitudinal composta pela justaposição da nave com a capela-mor, apresentando cobertura com telhados de duas águas e em coruchéu. Foi construída no final do século XVII sobre um antigo templo. No interior, destaca-se o retábulo principal, com um alto camarim rococó em talha dourada.

Padrão do Senhor Roubado

  • património

Rua Pedro Álvares Cabral
1675, Pontinha

Odivelas

O Monumento ao Senhor Roubado, datado de 1744, é composto por um recinto, em forma de trapézio isósceles, apresentando um púlpito que lhe confere a dimensão de lugar de culto divino, e um paredão inteiramente forrado de azulejos monocromáticos, sendo uma espécie de altar. A sua construção deveu-se a um roubo efetuado na igreja de Odivelas, em 1671, por um jovem que mais tarde foi condenado neste local, passando a ser um espaço onde os fiéis pediam perdão pelos seus pecados.

Capela de Nossa Senhora do Monte do Carmo

  • património

Travessa Nossa Senhora do Monte Carmo
2675-417, Odivelas

Odivelas

Capela de planta longitudinal composta pela justaposição da nave e da capela-mor, apresentando cobertura de telhados a duas águas. Foi edificada por Gil Vaz Lobo, alcaide-mor da vila de Sintra, no século XVII. Em 1998/1999 foi recuperada e transformada em biblioteca.

Moinho da Laureana

  • património

Rua Marechal Gomes da Costa
1685, Famões

Odivelas

Moinho de vento datado do século XVIII, recuperado entre 1999 e 2001, funcionando agora como núcleo museológico.

Moinho da Arroja

  • património

Rua do Moinho da Arroja
2675, Odivelas

Odivelas

Antigo moinho de vento.

Palacete na Rua Doutor Alexandre Braga

  • património

Rua Doutor Alexandre Braga, 6
2675-435, Odivelas

Odivelas

Palacete urbano construído em "estilo chão", apresentando características de arquitetura barroca e neoclássica. Tem dois pisos e águas furtadas, destacando-se o andar nobre apenas pela fenestração. A classificação inclui o logradouro, com motivos tipicamente barrocos e pinturas interiores neoclássicas.

Padrão do Senhor Roubado

  • património

Rua do Senhor Roubado
2675-533, Odivelas

Odivelas

Padrão barroco de devoção religiosa popular. O crucifixo encontra-se abrigado por um oratório de pedra com colunas de mármore, nas quais assenta a abóbada, rematada por fogaréus joaninos. A parede encontra-se revestida de azulejos historiados.

Casa do Arcebispo/ Quinta da Memória

  • património

Rua Guilherme Gomes Fernandes
2675-372, Odivelas

Odivelas

Casa barroca de planta retangular com dois pisos, do tipo palácio eclesiástico de recreio. A quinta e o palácio foram fundados por D. Rodrigo de Moura Teles, figura notável da Igreja Católica, no século XVIII. Atualmente, é o espaço onde está instalado o Gabinete da Presidência, a Assembleia Municipal, o salão nobre e o auditório do município.

Igreja Matriz da Póvoa de Santo Adrião / Igreja da Póvoa de Santo Adrião

  • património

Largo da Igreja
2620-471, Odivelas

Odivelas

Na fachada principal desta igreja, destaca-se um portal manuelino de arco de carena. O interior é de uma nave, forrada de azulejos seiscentistas e coberta por teto de masseira pintado. A capela-mor é de finais do século XVIII, encontrando-se, aqui, uma grande tela de Pedro Alexandrino, "A Ceia", de 1802. Na Capela de Santo António, realça-se o revestimento azulejar do tipo "tapete" e o sacrário do altar em talha do século XVII, sobreposto por um crucifixo em marfim.

Mosteiro de Odivelas / Antigo Mosteiro de São Dinis e São Bernardo / Instituto de Odivelas

  • património

Largo Dom Dinis
2675-336, Odivelas

Odivelas

Construído entre 1295 e 1305, este mosteiro, fundado por Dom Dinis, pertencia à Ordem de Cister. Bastante danificado pelo terramoto de 1755, atualmente subsistem apenas a porta e as capelas absidais da igreja, bem como alguns lanços dos claustros. Merece destaque a cabeceira gótica, composta pela capela-mor e dois absidíolos, cobertos por nervuras chanfradas. Este mosteiro alberga os túmulos de Dom Dinis e de Dona Maria Afonso, sua filha.

1 2 >