Os melhores locais para visitar

Património em Portugal

Santuário de Nossa Senhora da Abadia

  • património

Rua de Nossa Senhora da Abadia
4720-643, Bouro (Santa Maria)

Amares

Santuário composto por capelas de via sacra, edifícios de apoio aos peregrinos, fontes, cruzeiro e igreja. O Santuário de Nossa Senhora da Abadia tem já uma longa tradição, sendo por muitos considerado o Santuário mariano mais antigo de Portugal, que data dos séculos VII e VIII. À sua volta impera uma natureza deslumbrante.

Santuário de Nossa Senhora de Porto d'Ave

  • património

Rua do Santuário, 165 (CM 1603-1)
4830-761, Taíde

Póvoa de Lanhoso

Este é um dos mais importantes Santuários Marianos de Portugal. O principal valor patrimonial, incluído no museu de arte sacra em anexo, encontra-se na riqueza das peças de arte, na arquitetura, na talha dourada, nas imagens dos santos de vários períodos, nos objetos litúrgicos variados de ouro e prata, paramentos bordados a ouro, pinturas a óleo de entidades do clero e uma valiosa coleção de ex-votos. Este Santuário foi elevado à categoria de Santuário Real por Carta Régia em 1873, e constitui, juntamente com as oito capelas e o escadatório um dos locais mais interessantes e bonitos do concelho.

Geira Romana

  • património

EN 308-1
4840, Gerês

Terras de Bouro

Conjunto de miliários, alguns dos quais de Tito-Domiciano, Nerva, Trajano ou Adriano. Aqui podem ler-se as milhas XXXIII, XXXIIII, XXXV ou XXXVI sendo contadas a partir de Bracara Augusta. Esta via, possivelmente construída no último terço do século I d.C., ligava Bracara Augusta (Braga) a Asturica Augusta (atual Astorga, em Espanha) e apresenta um percurso de cerca de 215 milhas (cerca de 318 quilómetros).

Moinho de Santa Eugénia de Rio Côvo

  • património

Rua do Moleiro
4755-469, Rio Covo (Santa Eugénia)

Barcelos

Cruzeiro de Algares

  • património

Algares
4905-242, Barroselas

Viana do Castelo

Cruzeiro constituído por quatro degraus, um pedestal, um fuste liso e, no cimo, uma cruz de Cristo.

Mosteiro de Santa Marinha da Costa

  • património

Largo Domingos Leite de Castro
4810-011, Guimarães

Guimarães

Convento fundado no século XII, pela rainha Dona Mafalda, mulher de Dom Afonso Henriques. O mosteiro deve o seu aspeto atual à reconstrução ocorrida no século XVI. Desta altura datam a abóbada da capela-mor e o claustro revestido a azulejos historiados, do século XVIII. O interior obedece aos estilos rococó e neoclássico. De registar o coro, o púlpito, o órgão e a talha rococó com decoração de anjos e figuras mitológicas. Em 1951, um incêndio danificou a parte conventual, tendo esta sido restaurada e transformada em Pousada.

Antigos Tribunal e Cadeia Comarcã de Caminha / Biblioteca e Museu Municipais de Caminha

  • património

Travessa do Tribunal / Rua Dr. Luciano Amorim e Silva, 20
4910-153, Caminha

Caminha

Edifício composto por três corpos, um de construção recente, e dois mais antigos, um datável do século XIX / XX, onde se encontra o atual auditório, e o da antiga cadeia, construído no século XVII. Foi bastante modificado quando se procedeu à adaptação a Biblioteca e Museu Municipais de Caminha, mas subsistem as fachadas da antiga cadeia e um edifício anexo, com características residenciais.

Capela do Senhor dos Passos / Igreja Nova

  • património

Estrada do Funchal
4910-584, Caminha

Caminha

Capela barroca de planta longitudinal, com nave e capela-mor retangulares, e com altares em talha pintada barroca e neoclássica.

Capela de São Brás

  • património

Rua São Brás
4910-566, Barralha

Caminha

Capela de linhas simples, conservando no interior o pavimento feito com seixos do rio em painéis geométricos, elemento popular, que tem vindo a desaparecer do nosso património.

Capela de Nossa Senhora da Agonia

  • património

Largo Senhora da Agonia
4910-121, Caminha

Caminha

Capela de transição do rococó para o neoclássico, em que se evidencia a simplicidade das linhas. O estilo rococó está, sobretudo, patente no retábulo-mor.

1 2 3 ... 3743 3744 3745 >