Museu Nacional de Arqueologia

O atual Museu Nacional de Arqueologia (MNA) foi fundado em 1893 pelo Doutor José Leite de Vasconcelos. Com mais de um século de existência, este Museu é hoje a instituição de referência da arqueologia portuguesa, mantendo correspondência regular com museus, universidades e centros de investigação de todo o mundo. O seu acervo reúne as coleções iniciais do fundador e de Estácio da Veiga. A estas somaram-se muitas outras, quer por integração a partir de outros departamentos do Estado (por exemplo: coleções de arqueologia da antiga Casa Real Portuguesa, incorporadas no museu após a implantação da República; coleções de arqueologia do antigo Museu de Belas Artes, incorporadas quando se criou o atual Museu Nacional de Arte Antiga, etc.), quer por doação ou legado de colecionadores e grandes amigos do museu (por exemplo: doações Bustorff Silva, Luís Bramão, Samuel Levy, etc.), ou ainda, mercê da intensa atividade de campo levada a cabo pelo próprio museu e por outros arqueólogos. Para além das exposições, o museu oferece aos interessados um conjunto diversificado de outros serviços, como a edição regular de publicações (das quais a mais importante é a revista científica O Arqueólogo Português", editada desde 1895), iniciativas tendentes à conservação e restauro de bens arqueológicos, organização de seminários, conferências e cursos da especialidade, biblioteca especializada (a mais importante em Portugal e a única que hoje continua regularmente aberta ao público no conjunto dos museus nacionais), investigação científica fundamental, entre outros. Concebido pelo fundador para ser uma espécie de "Museu do Homem Português", o MNA ainda hoje conserva essa vocação básica, ou seja, contar a história do povoamento do nosso território, desde as origens até à fundação da nacionalidade. É, de resto, a única instituição em Portugal que se afigura capaz de prosseguir esse ambicioso propósito, não só pelas coleções e recursos técnicos de que dispõe, como também pelo próprio espaço físico que ocupa, em pleno Mosteiro dos Jerónimos."

Contactos


Praça do Império - Edifício dos Jerónimos
1400-206,Lisboa

    Características


  • 5,00€
  • 70
  • Museus
  • 1
  • Biblioteca, Loja, Bar/cafetaria, Serviços educativos, acessibilidade

    horários


    Verão

  • terça-feira: 10:00-18:00
  • quarta-feira: 10:00-18:00
  • quinta-feira: 10:00-18:00
  • sexta-feira: 10:00-18:00
  • sábado: 10:00-18:00
  • domingo: 10:00-18:00
  • feriados: 10:00-18:00

Cultura perto de Museu Nacional de Arqueologia

Rua da Junqueira, 295, Lisboa

Praça do Império, Lisboa

Centro Cultural de Belém


Trata-se de um edifício moderno, inaugurado em 1990, situado entre o Mosteiro dos Jerónimos e o rio Tejo. Começou por funcionar como sede da Presidência Portug…

Praça do Império, Lisboa

Museu Coleção Berardo


A Coleção Berardo é reconhecida no panorama internacional como uma coleção de arte de grande significado que, além de certos núcleos de excelência, permite aco…

Avenida Brasília - Central Tejo, Lisboa

MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia


O MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia é um museu que cruza três áreas num espaço de debate, de descoberta, de pensamento crítico e de diálogo intern…

Praça do Império, Lisboa

Museu da Marinha


Aqui vai encontrar colecções de cartografia histórica, embarcações tradicionais, instrumentos de navegação, modelos de navios e embarcações, entre outras curio…

Praça Afonso de Albuquerque - Pálacio Nacional de Belém, Lisboa

Museu da Presidência da República


Trata-se de um museu de história contemporânea, política e institucional onde o público fica a conhecer, um pouco melhor, a instituição presidencial portuguesa…

Vai a Lisboa?

Veja as sugestões de lugares a visitar que temos para si!

Best Of em Lisboa

O que fazer perto de Museu Nacional de Arqueologia