Com um clima ameno durante todo o ano, a Ilha da Madeira é uma excelente opção para umas férias de inverno com os mais novos. Há muito para descobrir no “jardim flutuante do Atlântico” para além das conhecidas levadas, desde jardins a museus, passando pelos inigualáveis Carros de Cestos – mas apostamos que estes serão os preferidos dos miúdos! Deixamos-lhe algumas sugestões do que fazer com as crianças durante os meses mais frios nesta bela ilha, num roteiro pensado para dois dias, mas não se fique por aqui, aventure-se pelas ruelas, mercados locais e restaurantes com iguarias regionais. Se tiver a sorte de estar de visita em dezembro, delicie-se com a iluminação natalícia que dá um encanto extra à ilha, já para não falar do mundialmente famoso fogo de artifício da passagem de ano.

Conheça “O Parque da Cidade”

Baloiços, lagos e cisnes são quanto baste para fazer qualquer criança feliz, por isso começamos esta roadtrip no Parque de Santa Catarina, considerado “O Parque da Cidade”. Nos seus mais de 36 mil m2 pode encontrar desde uma lagoa, com uma pequena ilha onde vivem patos e cisnes, a um parque infantil, um café e uma ludoteca. Como pano de fundo, as mais assombrosas vistas sobre o Funchal e a sua baía, a dar o mote para os dias que se avizinham.

Mergulhe no mundo mágico dos brinquedos

Esgotadas as energias no parque, seguimos para uma atividade mais calma, no Museu do Brinquedo. Entre miniaturas automóveis, bonecas, super-heróis, jogos de tabuleiro e muitos outros, são mais de 20 mil exemplares oriundos de vários países que farão as delícias dos mais novos. Aproveite para conhecer o Armazém do Mercado, onde o museu se insere, com as suas lojas, galeria de arte e restaurantes.

Passeie no jardim mais florido da ilha

Caso não tenha alugado carro no aeroporto, esta é uma boa altura para o fazer, uma vez que o Jardim Botânico se localiza a três quilómetros do centro. Como o nome indica, aqui poderá admirar 2000 espécies de plantas, algumas exclusivas da Madeira e de outras ilhas do Atlântico, como os Açores, as Canárias e Cabo Verde, que coexistem harmoniosamente com 300 aves exóticas. Inserido na Quinta do Bom Sucesso, tem também um Museu de História Natural e um teleférico que o liga à Freguesia do Monte.

Aventure-se numa viagem nos Carros de Cesto

Os famosos Carreiros do Monte, localizados na freguesia do Monte, no ponto mais alto da ilha, são um dos ex-libris da ilha e, no caso das crianças, apostamos que será incontestavelmente a sua atração preferida. A tradição, que remonta a 1849, traduz-se em Carros de Cesto empurrados por dois madeirenses vestidos com trajes típicos da região. Um passeio único, com alguma adrenalina à mistura, que não esquecerá certamente.

Conheça a história e as tradições madeirenses

Dirija-se agora para Santana, a cerca de 30 quilómetros do Funchal, até ao mundo encantado do Parque Temático. Aqui, miúdos e graúdos podem conhecer a história da Madeira, ao longo de quatro pavilhões multimédia. As várias réplicas, por exemplo o comboio do Monte, os carros de bois, as Casas Típicas de Santana e o Moinho proporcionam horas de diversão. O lago com barquinhos a remos, o parque infantil e o labirinto completam o cenário mágico.

Veja o postal da Madeira ao vivo

Bem perto do parque temático, encontramos o Núcleo de Casas Típicas de Santana. Estas casinhas, com uma forma triangular e revestidas de colmo, chamarão a atenção aos mais novos pelo seu formato peculiar. Aqui é também possível adquirir uma grande variedade de produtos locais, artesanais e tradicionais. Sugerimos terminar o dia por aqui.

Visite os peixinhos do Aquário da Madeira

No dia seguinte, dirija-se a Porto Moniz, a cerca de 60 quilómetros do Funchal, onde encontramos o Aquário da Madeira, instalado na réplica do Forte de São João Baptista. Demore-se pelos seus doze tanques de exposição, representativos dos diferentes habitats marinhos do arquipélago, deixando os mais novos maravilharem-se com a diversidade marinha.

Dê um passeio no Porto da Calheta

A meio caminho do Funchal, vale a pena parar para uma visita ao Porto de Recreio da Calheta, uma zona ampla e agradável, com um espantoso jardim com 1,5 hectares e ótimos restaurantes com especialidades regionais, sempre com o mar como pano de fundo. Qual é a criança que não gosta de ver os barquinhos ancorados? É sucesso garantido!

Suba ao cabo mais alto da Europa

Continuamos de regresso ao Funchal, com mais uma paragem, desta vez ao imperdível Miradouro do Cabo Girão. Com uns impressionantes 580 metros de altura, é o cabo mais alto da Europa e o segundo mais alto do mundo, muito famoso pelo “skywalk”, uma plataforma suspensa em vidro. Atreve-se?

Aprecie as melhores vistas da ilha, a partir do ar

Terminamos em grande, voltando ao Funchal para fazer uma viagem de Teleférico. Mesmo em jeito de despedida, como que a dizer adeus ao “jardim flutuante do Atlântico”, pairamos sobre montes e jardins, com a cidade e o mar como pano de fundo, numa soberba mistura de tons azuis e verdes. E agora um até já, que quem visita a Madeira promete sempre voltar.