É praticante de golfe e ainda não experimentou dar umas “tacadas” em Portugal, considerado por muitos, inclusivamente especialistas, o melhor destino do mundo para a prática deste desporto? Uma distinção para a qual contribuem, não só, a excelência dos campos, muitas vezes integrados em resorts de luxo, mas também o clima e a gastronomia. Não pode perder o roteiro que o All About Portugal preparou para que possa aproveitar momentos de lazer com a máxima qualidade.

Monte Rei Golf & Country Club - Vila Real de Santo António

O autor deste projeto aproveitou ao máximo as potencialidades naturais do local em que está inserido. Campo de eleição para amantes desta modalidade, tem vista privilegiada para o mar e para a imponente Serra do Caldeirão ao longo da maioria dos 18 buracos. O trajeto, PAR 72, é fortemente pontuado por lagos e vegetação, estando envolto num ambiente de paz e tranquilidade que garante as melhores condições de jogo. Os praticantes podem, ainda, desfrutar de acomodações de alta qualidade.

Oceânico Old Course - Vilamoura

Não há dúvidas de que o Algarve é um destino imperdível para quem gosta de golfe. Também bastante conhecido a nível internacional, o Oceânico Old Course promete deixar qualquer jogador deliciado, tal é a beleza natural que apresenta. Oferece vistas magníficas, onde vigorosos pinheiros emergem pela relva cuidadosamente tratada. O nível competitivo é exigente num “layout” clássico que tirou o melhor partido das condições naturais do terreno para colocar os 18 buracos (PAR 73).

Oceânico Victoria Golf Course - Vilamoura

Vizinho do Old Course, o Victoria dispõe igualmente de condições estupendas e de um enquadramento paisagístico notável. Houve a preocupação de serem preservadas algumas zonas húmidas anteriores ao campo, bem como algumas árvores autóctones. Desde logo, saltam à vista os 13 hectares de superfície de espelho de água que os seus lagos totalizam. É um campo extremamente desafiante, PAR 72, e já foi palco de etapas do Campeonato do Mundo.

San Lorenzo Golf Course – Almancil

Este campo tem tanto de exigente como de deslumbrante. Os jogadores podem apreciar um enquadramento natural de eleição, no qual os pinheiros se misturam com lagoas de água doce ou lagos de água salgada. A Ria Formosa marca presença em grande parte das jogadas. O campo tem dois percursos de nove buracos, sendo que é a própria Clubhouse a assinalar o centro. A relva tipo Bermuda oferece condições de jogo perfeitas.

Ocean Golf Course– Almancil

Situado em Vale do Lobo, apresenta um cenário de sonho com uma paisagem verdadeiramente espetacular, onde o competitivo percurso de 18 buracos termina pertíssimo da praia. Pinheiros, terrenos ondulados e uma sucessão de lagos contribuem também para o cenário delicioso que se encontra. No mesmo luxuoso complexo, há outro campo com excelentes condições e vistas igualmente belíssimas, o Royal.

Quinta do Lago Country Club Golf (Sul) - Almancil

Dos três campos da conhecida Quinta do Lago, o mais procurado é o Sul, inaugurado em 1974 e que já acolheu competições importantes. Tem um percurso de 18 buracos espalhados por 6 500 metros de comprimento e apresenta uma envolvência natural invejável. Está rodeado por pinheiros-mansos, lagos e a bela Ria Formosa surge como maior estrela deste “quadro” de luxo. O campo foi desenhado por William Mitchell e apresenta uma disposição à americana nas duas diferentes áreas.

Troia Golf Championship Course - Grândola

Há quem o considere um dos campos de golfe mais fascinantes em Portugal e é presença regular nos tops de publicações da especialidade. Tem 18 buracos, PAR 72, e estende-se ao longo de mais de seis quilómetros estrategicamente posicionados com vistas belíssimas para o mar e para a Serra da Arrábida. Adaptado a diferentes níveis de “handicap”, o “layout” foi desenhado por Robert Trent Jones Sr., que considerava o “buraco 3” do Troia Golf um dos melhores que alguma vez desenhou.

Oitavos Dunes Golf Course - Cascais

O enquadramento natural é portentoso, com os jogadores a poderem contemplar vistas encantadoras do mar, do Cabo da Roca e da Serra de Sintra. Pelo respeito pela Natureza, ostenta o título de “Gold Signature Sanctuary”, atribuído pela Audubon International. O “layout” de 18 buracos, PAR 71, concilia na perfeição condições de jogo exigentes com um belo cenário em que se destacam ainda dunas, lagos e pinheiros. O “buraco 14” é considerado dos mais difíceis do percurso, já que o vento vem de norte.

Royal Óbidos Spa & Golf Resort - Óbidos

Presença habitual nos tops de revistas da especialidade, já foi eleito “Resort de Golfe do Ano”. O cenário é maravilhoso e os golfistas podem desfrutar de uma paisagem fantástica de todos os 18 buracos, onde o verde se mistura com amplos espelhos de água e até o mar está bem presente. O “layout” foi desenhado pelo campeoníssimo espanhol Severiano Ballesteros, daí não ser de admirar que o campo requeira precisão e experiência. Integra um resort que inclui um hotel de “cinco estrelas".

Praia D'El Rey Golf & Beach Resort - Óbidos

É mais um ótimo representante da zona Centro e há até quem o considere um dos campos de golfe mais espetaculares de toda a Europa, pela sua magnífica localização entre pinheiros, dunas e uma panorâmica deslumbrante sobre o Oceano Atlântico. Os jogadores que aceitarem este desafio exigente têm de ter um certificado válido e o requisito mínimo de “handicap” é o 36, tanto para homens como mulheres. O campo tem 18 buracos e foi desenhado pelo arquiteto Cabell B.Robinson.

Oporto Golf Club - Espinho

Criado em 1890 por produtores ingleses de vinho do Porto, é um dos campos de golfe mais antigos da Europa. Ao longo dos anos, tem sido alvo de várias intervenções que ajudaram a melhorar o nível de jogo e a competitividade do atual percurso de 18 buracos, PAR 71. O “buraco 1” tem a particularidade de estar dividido por uma estrada e pela linha de comboio. Prepare-se para, em certas alturas do ano, jogar contra ventos fortes, as típicas “nortadas”.

Estela Golf Club - Póvoa do Varzim

No norte do país há mais campos igualmente belos e desafiantes até para os praticantes mais experientes. Próximo da cidade costeira da Póvoa do Varzim, o Estela Golf Club tem 18 buracos, dois grandes lagos e a particularidade de ter sido construído sobre dunas de areia. A vista para o Oceano Atlântico é deslumbrante e a vegetação também é uma constante ao longo do percurso de mais de seis quilómetros. O clima costuma ser favorável com temperaturas agradáveis no verão.

Clube de Golfe Vale Pisão - Santo Tirso

É mais um campo que dispõe de excelentes condições com um enquadramento invejável no norte de Portugal. Tem nove buracos que apresentam vários níveis de dificuldade, a que se junta uma academia de golfe. Os buracos têm a particularidade de terem o nome de diferentes aves, como pica-pau ou andorinha. O campo faz parte de um complexo residencial de luxo com mais de 150 hectares e foi concebido para tirar o melhor proveito da bela envolvência natural que o vale oferece.

Vidago Palace – Vidago

Em pleno coração de Trás-os-Montes encontra-se o Vidago Palace, que reúne no mesmo local um hotel de luxo e um campo de golfe, que a todos promete deslumbrar. O campo de 18 buracos, PAR 72, foi renovado em 2009, mas a beleza natural continua a sobressair. Quem optar pelo campo do Vidago Palace não se vai queixar de monotonia, pois todos os buracos levantam dificuldades específicas num percurso marcado por constantes contrastes. Tenha em atenção que há um rigoroso código de vestuário.

Porto Santo Golfe - Madeira

É um digno representante das ilhas neste roteiro. Junta na perfeição a paisagem deliciosa com um campo desafiante, também desenhado por Severiano Ballesteros. Ao longo de mais de seis quilómetros, os jogadores encontram um percurso de 18 buracos que se divide em Norte e Sul. No primeiro, o “green” situa-se no topo de uma falésia, de onde poderá apreciar a vastidão do Oceano Atlântico. Já no segundo, há um percurso de inspiração americana, em que os lagos se misturam com a relva.