Passear pelo Porto é descobrir o tradicional e o cosmopolita, a vibrante vida cultural e noturna e as estórias contadas pelo sorriso aberto das suas gentes. A cidade junto ao Douro tem um encanto muito próprio, irrepetível e incontestável.

A melhor maneira de conhecer o seu Centro Histórico é a caminhar, perdendo-se por entre as ruelas coloridas repletas de história, classificadas pela UNESCO como Património Cultural da Humanidade, parando para petiscar, seja numa das tascas típicas ou num dos muitos conceituados restaurantes. O vinho do Porto pode ter-lhe “roubado” o nome, mas, por sua vez, a cidade Invicta rouba o coração a todos que a visitam.

Avenida dos Aliados

Centro nevrálgico da cidade, a Avenida dos Aliados, inicialmente designada Avenida das Nações Aliadas, foi requalificada pelos arquitetos Álvaro Siza Vieira e Eduardo Souto Moura em 2004.

Câmara Municipal do Porto

No cimo da Avenida dos Aliados, ergue-se o imponente edifício da Câmara Municipal, inspirado arquitetonicamente nos grandes palácios comunais do norte de França e da Flandres, onde se destaca a enorme torre de 70 metros com um relógio.

McDonald’s (Praça da Liberdade)

Da diversidade de interessantes edifícios existentes na zona dos Aliados, mais propriamente entre a Praça do General Humberto Delgado e a Praça da Liberdade, destaca-se o edifício do McDonald’s, considerado o restaurante desta cadeia mais bonito do mundo.

Torre dos Clérigos

Da autoria do arquiteto toscano Nicolau Nasoni, a Torre dos Clérigos é o ex-líbris da cidade. É possível subir os seus 240 degraus de escadaria em caracol, que conduzem a um varandim que oferece vistas privilegiadas sobre a baixa da cidade.

Livraria Lello

Com a sua monumental escadaria, a Livraria Lello foi considerada uma das livrarias mais bonitas do mundo, e terá servido de inspiração a J. K. Rowling para o primeiro livro da saga Harry Potter.

Igreja do Carmo

Com a particularidade de ser geminada com a Igreja dos Carmelitas, que também merece uma vista, na Igreja do Carmo destaca-se o seu exterior, coberto por azulejos que retratam a fundação da Ordem das Carmelitas e Monte Carmelo.

Jardim do Passeio das Virtudes

Com uma vista panorâmica assombrosa sobre o Rio Douro, Miragaia e a vizinha cidade de Gaia, o Jardim das Virtudes é hoje ponto de encontro nos finais das tardes de Verão, numa espécie de esplanada improvisada, muitas vezes com música.

Centro Português de Fotografia

A funcionar no imponente edifício da Antiga Cadeia da Relação, no Centro Português de Fotografia poderá visitar um interessante núcleo museológico, com destaque para uma rara coleção de antigas máquinas fotográficas, assim como algumas exposições temporárias e uma biblioteca especializada.

Estação de São Bento

Considerada uma das estações mais bonitas do mundo, São Bento é um dos ex-libris da cidade. Atente no pátrio do edifício, revestido por magníficos painéis de azulejos da autoria de Jorge Colaço.

Teatro Nacional São João

Inaugurado em 1798 na atual Praça da Batalha, é um dos teatros mais antigos da cidade. Em 1908 foi destruído por um violento incêndio, tendo depois sido totalmente reconstruído, com um projeto do arquiteto Marques da Silva.

Sé do Porto

Construída no século XII, estrategicamente na parte mais alta da cidade, perto das muralhas, sofreu várias reconstruções e acrescentos ao longo dos anos. Destaque para o seu claustro e para o núcleo museológico "Tesouro da Sé", patente na Casa do Cabido.

Mercado Ferreira Borges

Este imponente edifício, com uma estrutura em metal vermelho e enormes janelas, importante testemunho da "Arquitetura do Ferro", é hoje local de realização de exposições, concertos e outros eventos de cariz cultural, sendo mais conhecido como Hard Club.

Palácio da Bolsa

Construído no século XIX pela Associação Comercial do Porto, este edifício reflete o florescimento comercial da cidade do Porto. O sumptuoso interior merece uma visita guiada, com destaque para o Salão Árabe, com influências islâmicas, que é atualmente palco de concertos e cerimónias.

Muralha Fernandina

O Porto, ao longo da sua história, teve pelo menos duas linhas de muralhas, uma românica e outra gótica. Da muralha gótica, construída no século XIV, conhecida por Muralha Fernandina, sobreviveram pequenos troços.

Praça da Ribeira

Situada na margem do rio Douro, a Praça da Ribeira é uma das praças mais antigas da cidade, e sem dúvida a mais icónica. Destaque para a fonte de São João e para o "Cubo", sem esquecer a magnífica vista sobre o rio e os barcos rabelos.

Ponte de Dom Luís

Inaugurada em 1886, esta obra de Théophile Seyrig é constituída por dois tabuleiros metálicos que ligam Gaia ao Porto. Atualmente, no tabuleiro superior passa o metro e no tabuleiro inferior peões e veículos automóveis. As vistas privilegiadas sobre o Rio Douro e a zona ribeirinha são extraordinárias.